Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
Filtrar por categorias
Adjectivo
Aplicativos
Aprender Kikongo
As tradicoes Bakongo
Casamento bakongo
Classe de palavras
Conheça o povo bakongo
Conselho e motivação
Contos e Lendas em Kikongo
Crenças Religiosas
Curso Completo - Generalizado
Dicas do Editor
Erros de Kikongo
Escrita do Kikongo
Frases chaves
Frases em Kikongo
General Posts Kia Kongo
Geografia kikongo
Gramatica
Historia do Kikongo
Historia Reino Kongo
Jogos Construcao
Kikongo Corrigido
Kikongo Diálogo
Kikongo Exercicios
Kikongo Intensivo
Kikongo Lição
Lexico
Lexikongo Classe - a
Lexikongo Classe ba
Lingua Kikongo
Livre Expressão
Mito ou Facto
Nome genérico kikongo
Nomes Kikongo Importa
Nota Editorial
Nóvas Palavras
Observações
Origem da Palavra
Palavra semelhante
Passa Tempo
Piadinhas e Risos
Post Info
Principais Perguntas
Provérbio de Encorajamento
Provérbio Duvidoso
Provérbio Novo
Provérbio Social
Provérbios bakongo
Provérbios em kikongo
Provérbios na vida religiosa
Relacionado com governação
Revisão Lição
Simplesmente Curioso
Sinais de trânsito em Kikongo
Substantivo
Tradutoras
Uncategorized
Verbo
Voce sabia que

Kikongo


Língua Kikongo ou Kongo é a língua oficial do antigo Reino do Kongo. Una língua ancestrale e nela constam cerca de vinte variantes espalhadas entre 3 paises. Partindo da gramática à fala corrente retratando a evolução da língua desde o século XV até à independência dos territórios que faziam parte do antigo império do Kongo. Um dos maiores e importante reino em africa, o reino do kongo teve a sua reputacao na sua forma organizativa. O reino do Kongo teve como capital a cidade do Mbanza Kongo em Angola. M’banza Kongo foi fundado algum tempo antes da chegada dos portugueses em 1483 e era a capital da decisão da dinastia Kilukeni naquele momento.

História e Geografia da língua kikongo.


Kikongo ou Kongo é uma das línguas Bantu e é falado pelas pessoas Kongo e Ndundu. O povo Kongo também conhecido como povo bakongo. Encontramos os bakongo em Angola, na República Democrática do Congo, República do Congo e Gabão. Kikongo é uma linguagem tonal e foi falada por muitos daqueles que foram retirados da região e vendidos como escravos nas Américas. Enquanto o Kikongo ainda é falada nos países acima mencionados, as formas creolizadas da língua são encontradas para além das fronteiras africanas.  Kikongo marca presença no discurso ritual das religiões afro-americanas, especialmente no Brasil, Cuba e Haiti. É também uma das fontes da língua Gullah e do crioulo Palenquero na Colômbia. A grande maioria dos falantes atuais vivem na África. Há cerca de sete milhões de falantes nativos do Kongo, com talvez dois milhões de pessoas mais que usam isso como segunda língua.

Kikongo é a base para um crioulo usado em toda a região: Kituba, também chamado Kikongo de L’état ou Kikongo ya Leta (“Kongo do estado”), Kituba e Monokituba (também Munukituba). A constituição da República do Congo usa o nome de Kitubà, e o da República Democrática do Congo usa o termo Kikongo, mesmo que Kituba seja usado na administração.

M’Banza Kongo foi o lar dos Menekongo, monarcas que governavam o Reino do Congo. No ano de 1549, por influência dos missionários portugueses. Foi construída uma igreja católica Catedral de São Salvador do Congo no local em que os angolanos reclamam ser a mais antiga da África Sub-Saariana. O nome da igreja no local é nkulumbimbi. Foi elevada ao status de catedral em 1596. O papa João Paulo II visitou a catedral em 1992.

O declino da Língua Kikongo


No caso particular de Angola, a língua kikongo registou um declino considerável nas últimas decadas. Nas zonas rurais onde a língua deveria ter o maior impacto, a camada mais jovem optou por falar a idioma do pais vizinho, lingala, do Congo RDC. Isto justifica-se pela influência que os habitantes das zonas fronterizas do norte de Angola têm destes paises vinzinhos. Alias, a maioria da população destas áreas tiveram como refúgio das guerras em Angola, a RDC ou Congo Brazaville. O pior ainda é de ver nas zonas bakongo, crianças a nascer e tendo como primeira língua, o lingala. De facto, a situação não é saudavél para o futuro da língua do antigo Reino do Kongo.

Este declino não se regista apenas em Angola. No Congo Democrático o lingala e o monokutuba têm contribuído no afastamento de Kikongo e outras línguas nacionais daquele pais. Oscar Strenström1 na sua tese intitulada Provérbios dos bakongo2 afirma que “só podemos lamentar o desenvolvimento no Congo das pobres chamadas “língua franca”, como lingala e monokutuba, que estão no processo de descartar os idiomas originais, e entre eles o kikongo (11)”.

Mas por outro lado Oscar Strenström1 que declarou adotar o Kikongo como sua língua materna apela na importância de encarrar a tese Provérbios dos bakongo2 como sendo um trabalho “não apenas para preservar uma parte importante do universo cultural dos Bakongo, mas também para fazer entender às novas gerações dos Bakongo, a riqueza da sua própria língua e a necessidade de salvar esse língua para o futuro“.


1Oscar Strenström, Doctorado em Letras
2Provérbios dos bakongo (MS 1948), Tese publicada por Swedish Institute of Mission Research at Uppsala University.

Repartição Geográfica da Língua Kikongo


Noroeste de Angola:
  • Província de Cabinda,
  • Província de Uige,
  • província do Zaire,
  • Norte das províncias de Bengo e Cuanza Norte;
Sul do Oeste Congo-Kinshasa:
  • Província do Kongo Central,
  • Parte da província de Kinshasa,
  • Província de Kwilu e a cidade de Bandundu,
  • Província de Kwango,
  • Extremo oeste de Kasai Occidental;
Sul do Congo-Brazzaville:
  • Região de Kouilou,
  • Sul da região de Niari,
  • Região de Bouenza,
  • Metade sudoeste da região Pool;
Gabão:
  • Costa sul do Gabão.


Referênçia base na produção deste artigo:

  • Wikipedia
  • Popflock-learn
  • Provérbios dos bakongo do Oscar Strenström – Swedish Institute of Mission Research
    at Uppsala University.

Oi, pf não esquece de deixar um like ta!

eLíngua Kikongo Product Key: cPM-2016

Actualizado em : 2018-03-05 11:21:22
Info Provider: Kia Kongo - By eBookWords 2016

Tukala ndonga, to Longa mpe to Longoka Kikongo. Tu zitisa ki nkulu kieto. Ingeta!

Este Artigo foi Preparado e Argumentado por:  cPM - Patricio Mamona Chief Feature Writer
Sidebar



error: Kia kongo, Kia ngolo, Kia ngolo Kia Angola!